Abobrinhas Prontas

Abobrinhas Prontas

segunda-feira, 10 de março de 2014

A revolução dos porcos.

Hoje, ontem ou amanhã pensei em uma ideiazinha, algo que pode ser simplório para você, mas para mim serviu como uma revelação de uma das melhores músicas que já ouvi. Vocês vão ter um trabalhinho para entender se seguirem a ideia de leitura linear, então sugiro: pulem o que for do texto, se tiverem pressa, mas alerto: se quiserem mesmo compreender o que eu falei, leiam tudo.

Apresento-lhes, meus caros, uma relação simples de War Pigs do Sabbath com A Revolução dos Bichos do Orwell.

Ao fundo do grande celeiro, sobre uma espécie de estrado. estava o Major refestelado em sua cama de palha, sob um lampião que pendia de uma viga. Com doze anos de idade, já bastante corpulento, era ainda um porco de porte majestoso, com um ar sábio e benevolente, a despeito de suas presas jamais terem sido cortadas.


"Generals gathered in their masses
just like witches at black masses"


"Pouco mais tenho a dizer. Repito apenas: lembrai-vos sempre do vosso dever de inimizade para com o Homem e todos os seus desígnios. Qualquer coisa que ande sobre duas pernas é inimigo, qualquer coisa que ande sobre quatro pernas, ou tenha asas, é amigo. Lembrai-vos também de que na luta contra o Homem não devemos assemelhar-nos a ele. Mesmo quando o tenhais derrotado, evitai seus vícios.
Animal nenhum deve morar em nem dormir em camas, nem usar roupas, nem beber álcool, nem fumar, nem tocar em dinheiro, nem fazer comércio. Todos os hábitos do Homem são maus. E, principalmente, jamais um animal deverá tiranizar outros animais. Todos os animais são iguais."

"Evil minds that plot destruction
sorcerers of death's construction"


Napoleão imediatamente chamou os animais e com um vozeirão de arrepiar proclamou a sentença de morte contra Frederick. Ao ser capturado, disse, Frederick seria queimado vivo. Ao mesmo tempo avisou que, depois daquela insídia, deveriam esperar pelo pior. Frederick e seus homens poderiam desencadear a qualquer momento o tão falado ataque. 


"in the fields the bodies burning
as the war machine keeps turning"

Porém, alguns dias mais tarde, Maricota, lendo os Sete Mandamentos, notou que havia outro mandamento mal recordado pelos animais. Todos pensavam que o Quinto Mandamento era "Nenhum animal beberá álcool", mas haviam esquecido duas palavras. Na realidade, o Mandamento dizia: "Nenhum animal beberá álcool em excesso." 

 "death and hatred to mankind
poisoning their brainwashed minds"


- A lealdade e a obediência são mais importantes. E quanto à Batalha do Estábulo, tempo virá em que verificaremos que o papel de Bola-de-Neve foi um tanto exagerado. Disciplina, camaradas, disciplina férrea! 

"Politicians hide themselves away
they only started the war"


By the way, eu continuaria colando a letra e o texto aqui até enjoarem de ler o post, mas isso seria só empurrar o compromisso de pensar pra vocês.

Tanto a letra quanto o livro tratam de tirania, mas da mais vil, e infelizmente mais comum. A tirania encoberta por belos discursos. Temos tantos exemplos aqui pertinho, a América Latina é o reino do populismo e falso socialismo. A teoria é tão bela, mas tiram milhares da miséria ou dividem a miséria com milhares? Constróem um estádio pra ignorar a precariedade das creches e hospitais. O que dói mais, passar fome ao som de uma música alegre como o samba, ou ao som de uma música que trate a realidade como é? 
 Nós achamos que sabíamos algo do passado, mas sempre vem um fulano dizer que o que sabemos está errado. Não importa se você aprendeu assim, e se isso é contado por pessoas que viveram a época, o que está correto é o que o Guia politicamente incorreto da P.u.t.@ que o pariu fala. A revolução dos bichos trata bem esse tema, quando eles acham que o mandamento era de uma maneira, mas na "verdade" era de outra. As brainwashed minds poisoned são essas, que esquecem o que aconteceu e aceitam qualquer ideologia nova como verdade. Pensem amados, pensem antes de dizer que a paz é o caminho ou que as coisas só se resolvem quebrando tudo. O que é mais interessante para qualquer pessoa no poder é que o povo não pense. Não por que ele é do "mau", mas por que ele não quer sair do poder.
 A guerra é interessante para quem? Pra você, que serviu o exército só porque foi obrigado? Ou pro cara que está lá de buenas na poltroninha dele negociando com o Obamis pelo telefone?

Vou parar por aqui, se me der na telha escrevo mais depois...

Dois beijos para você que leu tudo. Faça isso sempre, ajuda a pensar fora da caixinha às vezes.